16 dezembro 2010

Falsa

Fica mais um pouco dentro do meu quarto
- em troca do meu cansaço
eu te guardo o sono –

Fica mais um pouco nos meus braços mornos,
que eu me finjo mansa

e destruo em ti
o homem dos meus sonhos

porque fingir
cansa.

7 comentários:

  1. "todo poeta é um fingidor";(a) braços!

    ResponderExcluir
  2. o amor as vzs é foda =T
    http://notruque.com/pixels/overcardia2.png

    ResponderExcluir
  3. Nooooossa garota!Quantas vezes quiz poetar isso...plageou min ha alma...Adorei!

    ResponderExcluir
  4. vou colocar esse desnho no poema, posso?

    bjbj

    Obrigada Alice!
    bjbjbj

    ResponderExcluir