25 abril 2008

Pedinte

Dia sim, dia não
dou às palavras suas
sentido e entonação
diversos
e as transformo
em versos,
declarações de amor.

Dia sim, dia não
não me sossegas,
não me regas,
não me Degas
e assim mesmo me molho

Recolhendo palavras esparsas
como orvalho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário