16 maio 2011

Surdina

A palavra ouvida pela porta aberta
tem mais força.

A outra se mistura ao dia-a-dia,
e você pensa "não importa ao canto".

Se não queres lembrar tanto,
fecha a porta,
e ainda ouvirás um pouco

e em outras casas, no meio de outras vidas,
vai sem querer lembrar.

A memória é coisa que a gente não convida
mas vem sempre pro jantar...

3 comentários:

  1. A palavra ouvida pela porta aberta
    É tão fraca....
    Não dura na memória, minha amiga,
    Nem perto...
    Do sussurro ouvido atrás da porta fechada,
    Ou do gemido...
    Ouvido no quarto ao lado....
    Elder Braga

    ResponderExcluir
  2. isso mesmo, Helder! a palavra em surdina é a que volta sem convite! BJBJBJ

    ResponderExcluir
  3. A memória e sua teimosia... Lindo!

    ResponderExcluir