02 agosto 2010

Desgarrada

Ah, prefiro mais um cafofo com cama de cerejeira,
esse homão trigueiro,
de jeito agreste e tronco grosso
cafungando com vontade o meu pescoço,

à tal da alma gêmea,
que agora já cheira a mofo
e não me quer, nem pintada a ouro
ou se eu virasse quase uma freira.

Vou adorar um novo deus de mais carne em osso,
ajoelhar nesse chão de se ver estrelas,
olhar pra cima e dizer:

- Amém, amém, amém
homem que me tem de qualquer maneira!

7 comentários:

  1. "cafungando com vontade o meu pescoço...
    ajoelhar nesse chão de se ver estrelas..."

    mto bom!

    ResponderExcluir
  2. Ajoelhar e ver estrelas é bommmm! bj

    ResponderExcluir
  3. rsrsrsrsrsrsrsrsrrsrs!

    valeu meninas!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  4. 'esse homão trigueiro,
    de jeito agreste e tronco grosso
    cafungando com vontade o meu pescoço'

    bom isso! idem, idem, idem...rs

    ResponderExcluir
  5. Flavita,


    As almas gêmeas muitas vezes não se cruzam: parecem distantes geograficamente, ou nas outras dimensões do tempo-espaço. De qualquer maneira, além de dorsos e troncos, há de se saber valorizar as "almas primas".






    Um beijo.

    ResponderExcluir